quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

POR QUÊ A PRESSA?

Foi com esta imagem de piada internética que um assunto me veio à mente e decidi colocar aqui essas ideias...

A figura é cômica, e satiriza o hashi (varetas usadas como talheres no oriente) e seu uso comparando com um garfo. Quando amigos me mandaram via Whatsapp eu deveria rir, mas não consegui. Me lembrei na hora sobre outras coisas que eu discutia com amigos por esses dias.
A questão é: o hashi pega pouca comida de cada vez comparando-o ao garfo ou à colher. E a sátira realmente mostra nossa agonia, nossa pressa, nossa falta de paciência em realmente aprender coisas novas. Parece que tudo tem que ter um resultado imediato! Quem hoje em dia investe tempo em algo qua não lhe dará um retorno imediato, principalmente financeiro? Sim, há os que o fazem mas somente após se convencerem de que é preciso desacelerar para que a vida não passe, e sim flua. É preciso investir tempo para aprender a manusear bem o hashi; mas "para quê irei aprender a comer com esses trecos"?!? "Para nada, apenas por aprender" não parece uma resposta satisfatória quando tudo o que se faz é baseado na imediata aplicação.

E pior: Para quê eu aprenderia a comer com hashi se no quesito tempo eu perderia para a agilidade e quantidade de comida por minuto da colher (Eu ri escrevendo isso... rsrsrsrsrs!)?!? Realmente não conseguimos ir mais devagar nem quando é necessário... hora de se alimentar deve ser calma e serena por vários motivos, entre eles o descanso de corpo e mente das atividades e a correta mastigação e digestão dos alimentos.

Hoje, inspirado pelo hashi, eu vou preferir desacelerar. Este é o convite deste modo de ser oriental hoje para mim. E quem sabe eu não traia meu modo metropolitano de viver mais uma vez e tire um cochilo como os indígenas após almoçar - com meu hashi?

O convite está feito! Bom proveito para nós!