sábado, 30 de novembro de 2013

DEDILHANDO A VIDA

Por Dani.

Quando as cordas começaram a vibrar
Uma nota soou perdida
A inteligência de suas palavras se liberta
É a desordem que causa em mim
Sua voz dança livre pelo ar
Entre seus dedos a música se inspira
Nessa canção que fez para a vida

Eu me perdendo nessa simplicidade sonora
Não tenho tempo para viver em vão
É vida que segue
Esse momento nem o tempo apaga
É melodia que paira no ar
O meu corpo se diverte
E faz meu sorriso se aliar

É a arte do som
Onde me perco em pensamentos
Em instantes que seus olhos brilharam
Nessa harmonia que é sua vida
Que irradia simplicidade, simpatia e energia.
Como não se apaixonar por isso?
Como não se apaixonar?

Muito obrigado, Dani. Lindo!