quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

SOBRE LER E ENTENDER

Ninguém é dono da verdade, todos nós caminhos sob o mesmo sol. Uns podem ter mais conhecimento, outros mais sensibilidade, outros mais talentos... Mas a verdade nunca chega por inteiro à ninguém. Ninguém pode ter a última palavra sobre nenhum assunto; o mais belo é se aproximar de um significado amplo juntando os olhares de cada um sobre o mesmo assunto - talvez aí a beleza da dialética!
Se eu emito uma opinião e você não concorda eu vou adorar conversar sobre isso. Por diversas vezes fiz esse exercício dialético e foi muito bom, em outras até mesmo mudei de opinião!!! Eu pessoalmente gosto muito disso, de trocar idéias sobre tudo!
Mas não vou permitir que ninguém chegue "cuspindo ignorância" sobre mim, sendo que não entendeu algo que não escrevi. Isso aconteceu há alguns dias e para não haver desgaste cortei relações com a pessoa. Estou aberto sempre a conversar, a ouvir, a debater, a dialogar. Mas certifique-se primeiro de que leu bem aquilo que escrevi antes de "cair matando" - e faça isso com qualquer outro texto!
Não tenhamos pressa em emitir nossa opinião; tenhamos paciência para entender as pessoas primeiro, pois elas podem estar dizendo exatamente aquilo que pensamos. É um dos desafios para uma humanidade mais fraterna.
Beijos sinceros nos corações.

sábado, 21 de dezembro de 2013

MÚSICA: ONTEM E HOJE.

Gostaria de deixar aqui expresso algo sobre a música que se fazia antigamente e a que se faz hoje:

Antes os artistas tinham a liberdade de escrever suas canções com o tempo de duração que quisessem, poderiam falar sobre os mais variados assuntos... falavam sobre sexo, sobre espiritualidade, sobre amor, política... e existiam performances técnicas nos instrumentos e nos cantores. E por se tratar de arte, pessoas "feias" (fora do padrão de beleza) podiam fazer sucesso. Hoje em dia, tudo deturpado... as canções são vazias, os "artistas" têm pouco talento, apenas repetem os mesmíssimos acordes para embalar as mesmíssimas letras... São colocados num padrão de beleza e de roupas da moda, e tem suas músicas tocadas à exaustão nas rádios, baladas e televisão pagando um "jabá" alto - o que é crime, pois toda emissora é concessão pública! São pessoas efêmeras tocando para pessoas vazias de conteúdo, vazias de crítica e talvez, com pouca alma. E com isso, os verdadeiros artistas para sobreviverem, para terem dinheiro para viverem dignamente, acabam se rendendo ao papel de acompanhar esses robôs da mídia, soterrando seu talento para sempre - e o que seria viver dignamente para um artista, que é viver com sua arte, foi jogado no lixo!

Hoje vocês têm o poder de produzir apenas milionários, mas não têm o poder de produzir gênios!

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

FRAGMENTOS DE UM CONTO - "SOLIDÃO"




"...e como todo ser humano, sentia saudade,

mas era difícil expressar...

sentado ali, com aquele copo vazio
somente tinha em mente a dor que sentia,
da qual não quis se desvencilhar!
Seria sua companhia pr'aquela noite,
que acabara de chegar.
Colocou dois cubos de gelo,
e completou o copo com água,
pois sóbrio era mais fácil degustar
o paladar de uma saudade singular!
Veio sorrateira, acampou, pernoitou...
e durante aquelas horas, se humanizou;
deixou que a dor o ensinasse de novo
o quão bom é não estar só."

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

MEU RESUMO ARTÍSTICO




Minha mãe é pernambucana, meu pai é paraense; busquei no frevo, forró, baião, siriá e no carimbó refúgio de minha criação com muito southern rock, blues, heavy metal e hard rock como legítimo paulistano. Tornei-me um filho do samba dos Demônios e das escolas de samba de São Paulo e do Rio. Me encantei pela voz da Alcione tanto quanto da Tina Turner. Chorei com a moda de viola do interior de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Goiás (como bom paulista!) tanto quanto chorei com a voz de Stevie Ray Vaughan ou Joe Cocker. 

Enfim, sou um assumido filho de minha época e de minha cidade. Sou cosmopolitano e trago isso em minha arte. E é chegado o tempo de compartilhar com vocês, espero que gostem, e espero a cada dia melhorar quem sou, como sou.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

AFINAÇÃO

O conceito é fazer com que dois corpos vibrem na mesma frequência. Como num grupo musical, afina-se os instrumentos de acordo com o Lá 440Hz, por exemplo, para que haja uma coesão entre todos. Mas admite-se também pequenas variações na afinação como no caso de instrumentos de cordas duplas - viola caipira, bandolim -para que a diferença de afinação das cordas gêmeas gere um som mais rico, cheio. Instrumentistas elétricos como baixistas e guitarristas buscam essa sonoridade através do efeito de Chorus.

Enfim, como sempre busco uma aplicação pessoal de conceitos presentes na natureza, digo que quero caminhar afinado com meus amigos, familiares, parceiros de trabalho e quem mais estiver por perto, admitindo pequenas diferenças na afinação, na maneira de pensar e agir, para que nossa vida tenha um colorido mais amplo, para que haja mais sabedoria. Para que haja menos "eu" e mais "nós".

sábado, 30 de novembro de 2013

DEDILHANDO A VIDA

Por Dani.

Quando as cordas começaram a vibrar
Uma nota soou perdida
A inteligência de suas palavras se liberta
É a desordem que causa em mim
Sua voz dança livre pelo ar
Entre seus dedos a música se inspira
Nessa canção que fez para a vida

Eu me perdendo nessa simplicidade sonora
Não tenho tempo para viver em vão
É vida que segue
Esse momento nem o tempo apaga
É melodia que paira no ar
O meu corpo se diverte
E faz meu sorriso se aliar

É a arte do som
Onde me perco em pensamentos
Em instantes que seus olhos brilharam
Nessa harmonia que é sua vida
Que irradia simplicidade, simpatia e energia.
Como não se apaixonar por isso?
Como não se apaixonar?

Muito obrigado, Dani. Lindo!

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

PELO OLHAR

"O olhar me revela um mundo diferente do qual me acostumei;
Hoje eu não estou à fim de ficar no meu...
Quero transitar entre o meu e o teu,
E criar um terceiro,
A partir de teu olhar!"

terça-feira, 26 de novembro de 2013

EU CREIO.

Talvez de uma maneira errada, mas eu creio.
Sem provas concretas, sem uma certeza absoluta... Mas eu creio.
Sem ter qualquer dos 5 sentidos excitado por uma provável presença, mas eu creio.
Não creio para buscar uma bênção, eu acho que ela chegou até mim.
Não creio para alcançar coisas a mais, meu trabalho me proporciona isso.
E mesmo quando esqueço que creio, Ele se mantém por perto. Porque eu não sei bem, mas deve ter a ver com um amor que Ele disse ter, de pai, mãe e irmão ao mesmo tempo! E Sua presença, quando lembro dEle, me inspira à paz, à misericórdia, à humildade... Tudo aquilo que eu preciso, enfim. Não como uma troca, imagino, mas como resultado de estar sentado à mesa com Ele, invisível...
...ou bem visível, travestido de gente como eu.
Gente que precisa de misericórdia, de carinho, de paz, de amor, de esperança e fé, para transmitir isso mesmo à outros.

E é mais ou menos assim que creio.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

A VOLTA

Que bom que o tempo passou,
Que as coisas mudaram, que os ventos indecisos espalham-se ao caos sem lembrarem-se de onde vieram...
É ótimo que o rio tenha passado e somente seu curso permaneça o mesmo.
É lindo ver que as voltas que o relógio deu não mudaram os nossos olhares.
Nosso olhar não mudou!
O que poderia explicar o fato de que há um carinho, uma meiguice, um bem-estar?
O tempo não pôde interferir naquilo que plantamos.
Que bom que nós não interferimos naquilo que nos atrai:
Somos os mesmos apesar das mudanças! Frente a 10 anos de novas experiências o encanto permanece imutável, intangível...
E é muito bom ser alegria um pro outro, saber-se acolhido,
Saber-se querido,
Saber que há refúgio e colo logo ali!
Novos cheiros, novos focos, novas necessidades;
O mesmo olhar, mas com brilho renovado.
Que bom que as paralelas teimaram em se empenar,
Que bom que a gente pôde se encontrar!

Dedicado á VOCÊ!

domingo, 17 de novembro de 2013

POR FAVOR...

... não reclame se polemizo! Esse é o cerne do rock and roll, e pode ter certeza que não farei polêmica com coisas à toa. A falta de ÂNIMO, de VIDA nas pessoas é a causa de vivermos nesse buraco que se tornou meu amado Brasil.

Penso, logo polemizo; se pensasseis, polemizariam também; polemizo, logo VIVO!

MARGINALIZAÇÃO - pt. 1

A periferia precisa de vozes que defendam seus direitos de ter uma vida próspera e digna, para que com saúde e educação ela tenha sua própria voz.
A periferia não precisa de pessoas que apóiem sua falta de instrução, achando "bonito" ou "válido" expressões burras e criminosas oriundos da falta de oportunidade e de caráter.

A voz da periferia é a voz dos assalariados, dos idosos, dos deficientes, do GLBT, das mulheres, dos artistas e de todas minorias; minorias que assim como os habitantes das periferias metropolitanas PRECISAM REAVER SUAS VOZES no meio de tanta besteira, bobagem e perda de tempo.

Ninguém nos levará à sério se nós não nos levarmos primeiro.

NUNCA

Nunca vazio...
Sempre há algo que sinto e que me toma
Nunca indiferente...
É gostando ou não que levo um pé à frente do outro
Nunca é fácil...
Há sempre luta, sempre batalha... Uma paz conquistada à base de golpes, sangue, suor e cansaço
Num cara só há um universo único, com mundos, caminhos... Um cara que pode sentar à beira do lago e observar as marolas em sua superfície, com raios solares desfilando por sobre; ou apenas reparar no rejunte entre dois azulejos seus pequenos furos, imperceptíveis à distância mas atraentes portas de um mundo microscópico
E assim mesmo inexplorado mundo. Tal qual a mente deste ente capaz disso tudo.
Há uma barreira.
Há uma barreira?
O que contém represada os fascínios, fora do alcance dos que visitam talvez apenas o quintal deste pequeno lar?
Uma América às avessas, precisando ser descoberta pois que não se aguenta dentro de si, pedindo socorro para que lhe-se aliviem os vislumbres, os gritos, a nudez, a loucura e a sensatez...
Não é fuga... Não é revolta... Nem desleixo ou destrambelhamento...
É vida! Implorando para fluir, para compartilhar-se, para afortunar e assim ser.
É vida!
Nunca é morte...
Nunca menos... Se parecer menor, será ainda mais denso...
Nunca pouco...
Nunca fraco...
Frágil sim!
Nunca gota... Sempre chuva
Nunca sempre, posta sua dinâmica;
Sempre nunca, por sua teimosia.

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

CAPACITADOS

Deus não escolhe os capacitados, nem capacita os escolhidos: escolhe à todos para que capacitem uns aos outros.

Me irrita a ausência de responsabilidade pelo próximo daqueles que invocam o nome dEle e a consequente esperança de que Ele resolva o que deveria ser não só a gratidão dos que creem, mas sim um movimento de amor em direção aos que precisam.

O foco nas interpretações tem destruído a mensagem do Evangelho.

E ainda assim Ele mora em mim.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

... E QUE OS ENCANTOS NOS MOVAM!

É... eu eu que pensei que fosse pra sempre...

Eu cri e vivi por escolher ser assim, e nada havia me impulsionado ao modo que escolhi; e isso até então foi o que cri.
O que me seduzia? A paz, a tranquilidade, o refúgio, o descanso? Ou a possibilidade de apenas ser e estar de um jeito que até então eu não imaginava?

Eu sei que até hoje pairam dúvidas sobre o que me moveu à buscar estes outros ares... eu poderia falar sobre amor, sobre paixão, fogo, volúpia, tesão, desejo, apetite... mas nada disso ainda.
Uma aventura! Sim, tinha que ser isso!
Foi o que tentei imaginar também... e não era simplesmente isso.
Até que então eu notei algo que move as decisões, os destinos e as vias de acesso: O ENCANTO!

Aí sim! Pensei que talvez qualquer motivo que eu imaginasse me levar a sair de um assento e tomar outro rumo seria recheado de ENCANTAMENTO. E mais ainda: o mesmo encanto, quando acabou por uma situação, se transferiu para outra... e então uma terceira me tomou!

Mas, que é isso?!? Descubro que SOU MOVIDO POR ENCANTOS?!?
Entendi que ENCANTAR-ME torna-se sine qua non daquilo que eu achava ser apenas minha mistura louca de hormônios e sentimentos, numa espiral influenciadora...
Hoje ainda não sei bem se vou por que quero ou por que sou levado a...
Somente continuo deixando QUE OS ENCANTOS ME MOVAM!
E que "para sempre" mesmo somente a sucessão destes ENCANTOS, enquanto eu durar... enquanto eu me aturar... enquanto eu me escrever... enquanto eu estiver ENCANTADO por mim.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

SERÁ QUE VOCÊ ESTÁ SALVO?!?

"...não os tire do mundo, mas livra-os do mal." 
- Jesus, levando lero com o Pai.

Vejo "cristãos" se separando dos impuros, não frequentando os mesmos lugares que eles, se fechando em suas igrejas com seus eventos... quando na verdade eles deveriam ter um coração mudado, uma conversão ao próximo, e andar pelos mesmos lugares, amando simplesmente. Assim como os impuros se amam, dão a vida por seus amigos e por vezes até por quem não conhecem... Ou seja, por vezes, pessoas com uma religiosidade "capenga" são mais espiritualizadas do que aqueles bem ortodoxos. 
É apenas uma dica, porque crê-se também que Ele vai chamar um grupo que "sempre O serviu" e vai dizer que não os conhece; mas vai chamar um outro grupo de pessoas, mó zuado, para cair na gandaia com Ele; este grupelho de pessoas impuras vão até dizer: "Quando foi que te servimos? Que te acolhemos, te fomos carinhosos? A gente nunca nem ouviu falar de ti!", e Ele vai responder, todo manso e humilde de coração:

"QUANDO FIZERAM POR UM DE MEUS PEQUENOS, CARENTES, POBRES, SEM EDUCAÇÃO, VICIADOS, INJUSTIÇADOS... FIZERAM À MIM! ENTREM, SINTAM-SE EM CASA!!!"

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

AMO!

Ninguém pode amar outro ser se primeiro não se amar de verdade; um relacionamento não se inicia para ser feliz, mas para juntar duas felicidades. 
Um relacionamento não é uma soma 
(1+1=2), 
e sim uma SINERGIA 
(1+1>2). 
Qualquer relacionamento interpessoal saudável leva esta premissa para não ser egocêntrico.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

O CICLO



Na véspera de minha viagem de retorno à São Paulo após um ano em Belém, onde trabalhei bastante e fiz grandes amigos... a tristeza da partida misturada à alegria do retorno... saudades sinto, saudades deixei, e escrevi para me consolar.









No fim de um CICLO, colhem-se os frutos e os que estão podre recebem um fim distante dos que consumimos: viram adubo. Voltam à terra para que mais bons frutos - e mais adubo - possam vir. 

Muitas músicas começam a fazer sentido. Outras perdem totalmente o significado...

Em tudo isso nada fica estático. Relações mudam, pessoas estabelecem novas rotas, um novo foco; elas mesmas mudam...

Planos ficam para trás; a distância separa aqueles que se amam (philos/eros), e a vida com seus encantos (que nos movem) nos traz de volta aquele arquivo com projetos que agora podem ser melhorados pela experiência adquirida - e aqueles que ficaram na estrada a dar adeus, ouvem "Canção da América" tocar ao fundo com um amigo voltando para os encontrar...

Enxergar tudo isso é uma benção. E dividir numa mesma situação o coração em tristeza e alegria é uma loucura da qual não quero escapar!

Durmo pela última vez sob a proteção da Mãe Amazônica, para retornar ao colo da Mãe Atlântica...

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

EM SUMA... - Relacionamentos

São trinta anos... alguma experiência adquiri. Sobre este assunto, gostaria de falar para mulheres que começam o relacionamento com um homem e vice-versa, ou casais homoafetivos:

Ao começar um relacionamento com uma pessoa, podes ter certeza de que a pessoa já viveu muitas coisas, passou por coisas... e com certeza não quererá passar pelas mesmas tristezas, angústias... isso não significa que você ou eu tenhamos de ser perfeitos, mas sim que o início de um bom relacionamento é com cartas na mesa, coração e mente abertas. Conhecer ao outro, buscar realmente o que os outros relacionamentos o fizeram terminar, que tipo de coisa foi dita que magoava, as atitudes... para não repetir as mesmas coisas ruins. É muito simples, mas muita coisa que alguém tem de ressentimento pelo parceiro poderia ser evitado... e tem coisas que a gente desculpa, mas se elas continuam a se repetir vão se tornando algo grande dentro de nós, algo que pesa e que depois de um tempo se torna uma carga insuportável... é triste, mas com essa carga:

1- Ou rola um diálogo e acertam-se as "pontas soltas";
2- Ou o peso é tão grande que a pessoa não suporta e se separa;
3- Ou leva-se uma vida infeliz, não realizada...

Vale a pena conversar. Vale a pena ouvir. Vale a pena investir. Mas não vale a pena ficar com alguém que não cede, que não vê o casal, apenas sua realização pessoal/individual...

Abraços!

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

COMO EU GOSTO...!

Eu gosto de uma espiritualidade responsável, madura, onde Deus é Pai: parceiro, amigo, que caminha ao lado, que inspira e ensina, nunca tirando dos filhos a oportunidade de serem responsáveis pelo seu destino, pelas suas escolhas. Certo é que Ele ajuda a transformar maus em bons momentos, mas jamais pode ser o culpado pelo bem ou pelo mal oriundos das escolhas humanas.
O Pai escolheu criar o mundo e se esvaziou para que isso acontecesse, e também para que fosse de coração amado. Nesse vazio, o Pai deu para a criação o Livre Arbítrio, um grande voto de confiança.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

E DAQUI A POUCO...

"...E DAQUI A POUCO SERÁ HORA DO SOL SE POR.
É SEU CICLO, NECESSÁRIO PARA HAVER OUTRA ALVORADA..."

sábado, 31 de agosto de 2013

VERDADE #4

Frases de efeito podem até inspirar, mas o que conta mesmo é a psique de cada um, somada à sua realidade e à sua vontade!

sábado, 17 de agosto de 2013

PASSAM-SE TEMPOS...

... E aí envelhecemos, a beleza aparente se vai e quem fica é a beleza que deveríamos ter cultivado desde a juventude. Só assim para sermos atraentes aos olhos de quem nos acompanhará nesta idade: cônjuges, amigos, familiares.

PORQUÊ NÃO FREQUENTO MAIS IGREJAS - mas guardo a fé...

Simples, caríssimo leitor: as igrejas (católicas ou protestantes)  não cumprem a vontade do Cristo ao insistir em reunir seus fiéis em prédios, inclusive usando recursos valiosos para o socorro dos mais necessitados da comunidade para a manutenção destas instituições. A vontade do Cristo era que eles fossem, cheios de Seu espírito, viver normalmente, e assim pregar à todos uma nova vida, novos valores, nova mentalidade e jeito de ser. Assim como aconteceu no início, quando os homens começaram a tratar melhor suas mulheres, empregados e escravos. Mas a diabólica cilada se concretizou ao transformar a fé no Cristo na religião oficial do Império, lhe deu um nome, um cnpj(!!!), lhe isentou de impostos sobre a arrecadação de doações que serviram para comprar mais terrenos, prédios, rádios, televisōes, jatinhos, haras, e até mesmo cargos públicos.
Se as portas do inferno não prevalecerão sobre a igreja, creio que é sobre esta, invisível, que dentro ou fora das instituições chamadas de igreja insistem em buscar ser como Ele, fazendo justiça, agindo com amor, altruísmo, escrevendo poucas e solitárias linhas em blogues empoeirados cheios de erros e pecados, vivendo só da graça.
Ela nos basta.
Posso "provar" tudo o que escrevi, mas não tenho mai saco pro estilo apologeta... Tá tudo lá, nos evangelhos, Atos e cartas do novo testamento. Fiquem à vontade, e prefiram Almeida Revista e Atualizada ou A Bíblia de Jerusalém. As traduções não são tão grotescas...

PESSOAS A LONGO PRAZO, BONECOS A CURTO PRAZO

A arte de aproveitar as oportunidades...

A arte de saber bem o que quer, e o que espera...

A arte de sair da multidão sob muitos aspectos e ser reconhecido como indivíduo.

Eu não entendo o contrasenso de querer as coisas e se limitar a ser apenas mais um. Numa multidão de pessoas sem face, sem cheiro, sem voz, na mesma rotina de trabalhar-pra-comer, comer-pra-trabalhar, ainda almeja grandes coisas...

Estudar e se esmerar é garantia de ser diferente, ter personalidade, ter seu lugar. E isso não é muito, é o justo. E não cai do céu, deve ser construído.

Estudar não só por um objetivo a curto prazo como uma prova de vestibular; estudar para longo prazo, para ser um humano melhor e mais completo, para "ler" o mundo no qual e do qual faz parte. Deixar a alienação, deixar de ser "massa de manobra", "ovelha de presépio" para ter opinião e até formar opinião.

Às custas de um pseudo-conforto onde se deixa conduzir pela "variação da maré", uma pessoa inteira, inteligente, informada e interessante passa a ser excelente profissional, pai, esposo, amigo, chefe, líder, legislador, executivo... Fora isso, será somente mais um tentando sem sucesso, contando com a sorte sem "fazer A hora"... Um excremento dos países subdesenvolvidos.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

INSATISFEITOS?!?!

Sim, um músico pode ser visto como um eterno insatisfeito, que não consegue achar perfeição nos instrumentos que possui e/ou equipamentos. Isso faz parte da natureza do pesquisador seja ele músico ou não, mas também está ligado ao sempre crescente amadurecimento pelo qual o ser humano passa - e no caso do músico, ouvidos e mãos ficam mais sensíveis e exigentes.

Claro que isso pode ser até mesmo confundido com G.A.S. (Gear Aquisition Syndrome), mas achei interessante escrever sobre isso para que saibam que um músico de verdade sempre terá suas contingências em busca do aperfeiçoamento - sem ser confundido com um simples materialista, um consumista ou coisas do gênero.

Visitem minha página no Facebook, se gostarem curtam! Sempre que possível postarei coisas úteis do universo musical: www.facebook.com/KalilBentesPage

terça-feira, 30 de julho de 2013

MÚSICOS. PROSTITUTAS.

Viver de tocar, e tocar BOA MÚSICA!!!

Ah, se todos os músicos nivelassem "por cima" ao invés de oferecer o que um público muitas vezes leigo pede, seu papel estaria cumprido.

Sonho com um Brasil melhor e com pessoas melhores. O estado das pessoas se reflete nas artes, desde sempre. Olhe ao seu redor e faça uma crítica e uma auto-crítica. Guarde no coração e transforme-se, e assim transformaremos o mundo!

Ps.: quando a musicalidade (o amor) foi corrompida em troca de uns trocados?!?!

NAS NUVENS...

Há um movimento de desumanização tão grande e entranhado que as pessoas preferem expressar raiva do que tristeza.

Na tristeza poderiam até ser consoladas; na raiva, além de serem confrontadas acabam magoando, entrando num círculo vicioso.

Mas é apenas mais um de meus devaneios, coisas que colho no ar.

Utopia é meu lar.

(ps. há uma pipa entre as nuvens)

terça-feira, 18 de junho de 2013

ESCREVER BEM/SER MASSA DE MANOBRA

Sou professor.

Pior do que ser burro é ter orgulho disso!

Pessoas assim merecem essa CORJA cagando em suas cabeças, os roubando e submetendo à uma vida de um consumismo irreal, onde vale quem tem e não QUEM É!

Tenho náuseas com isso...

#OGiganteAcordou

sábado, 15 de junho de 2013

NOTA MUSICAL

O quesito mais fácil de se desenvolver no estudo musical é a técnica, pois depende somente de repetições e disciplina.

Os mestres são os que transitam livremente entre harmonia, melodia e ritmo.

KEEP ROCKIN'!!!

www.facebook.com/KalilBentesPage

quinta-feira, 6 de junho de 2013

ESTAR SÓ

Estar só tem efeitos curativos em mim. Abdicar de ter companhia, ou até mesmo de falar me leva de volta ao meu âmago, onde qualquer mentira, máscara ou fingimento não pode entrar. E lá faço minhas perguntas, encontro mais perguntas e respostas que são poucas porém valiosas, fruto de profunda reflexão. A paz que vem do silêncio e da falta de estímulos pode enfim fazer morada para num segundo momento fluir como águas vivas.

Cuidar do ego (eu) é importante para estar apto à vida social. Não importa qual motivo me leva ao "deserto", somente saio de lá me sentindo melhor e menos cheio.

QUASE LÁ!!!

A vinte dias de finalmente fazer a
curva dos 30, a segunda mais
importante de minha vida.

Reflexões...
Eu por eu mesmo...
Auto-
retrato...

Poderia ser melhor...

Mas não está tão ruim!

ALOHA!
KEEP ROCKIN'!

A METÁFORA CANINA

Hei de ser ortodoxo em minha fé cristã?

Se creio como as tradicionais tradições mandam, me fecho e acabo por definir como são as ações de Deus, e quem Ele é. E isso seria soberba, arrogância, pois que até nas escrituras judaico-cristãs registrou-se que jamais homem algum contemplou a divindade.

Ora, se assim o é, busco estruturar minha fé de forma a negar tais estruturas, não mais aceitando a autoridade de tradições de fé como Luterana, Apostólica Romana... Passo a hostilizar como herege àqueles que me precederam em fé e até mesmo me geraram.

Resultado: me fecho, e abraço uma nova ortodoxia.

Será um erro, o caminho natural das coisas ou sandice? Não sei, mas todo dia busco negar à mim mesmo como legislador, e toda vez que dirijo meu coração e pensamentos para o Alto, encontro uma pessoa acessível, pronta a escutar, e que sente falta de estar mais à vontade comigo. Sim, quase que carente, encontro uma Divindade que se revela figurativamente num cão que ao ver o dono, sai de seu descanso pronto para recebê-lo com alegria, lambê-lo, babar e pular, como se não houvesse um momento 5 minutos após,

deliciando-se num eterno hoje.

terça-feira, 4 de junho de 2013

FOCO...

"Olhar no horizonte, sempre!
A utopia é o alimento da alma inquieta."

NENHUMA TESE, APENAS O PREFÁCIO...

Não adianta ficar teorizando sobre problemas e questões sociais e culturais, tem que botar o pé no chão, mão na cabecinha cheia de piolho, sentir o fedor dos locais e pessoas maltratadas...

A realidade se impõe com uma força e eloquência incríveis! A partir dela tecem-se as teses. Não adianta querer aplicar uma sociologia ou teologia oriunda da Europa ou EUA em "países em desenvolvimento", as realidades não se correspondem!

Isso tudo gera monstros, aberrações que tendem sempre a esmagar com maior força os mais fragilizados justamente por não terem como se defender. Ou são transformados em outra classe de "monstros", os que repetem uma idéia mas não têm noção do que de fato dizem.

KB

segunda-feira, 27 de maio de 2013

EGOÍSMO, CORRUPÇÃO - Reflexões dos Trinta

Não adianta reclamar, pois os políticos só são como são porque aqui embaixo também há corrupção. Há o povo, formado por pessoas egoístas que buscam levar vantagem em tudo! Que mantém a sala de casa limpa mas joga papel na calçada, sem saber que aquilo fará mal para ela iludida pela ideia de que é problema de outros, que de fato serão prejudicados.

Como uma sociedade que não é solidária pode reclamar daquilo que ela mesma cria? Foi Platão que disse que cada povo tem o governo que merece?!?!

O que faço: perco a fé de vez nas pessoas e vou atrás apenas "do meu", mesmo sabendo que é ilusão viver apenas por si mesmo, ou continuo perdendo fios preocupado com o rumo do Brasil?

O EGOÍSMO.

Curem isso antes que me contaminem.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

PARA A PRÓXIMA POSTAGEM...

... podem esperar dicas para quem quer ou precisa emagrecer com saúde, em relatos de minha própria experiência.

Aguarrrrrrrrdeeeeeeim!!!

domingo, 24 de fevereiro de 2013

DO MENOR AO MAIOR

O mundo poderia ser um lugar melhor sim. Às vezes penso nos mau-entendidos que acontecem na vida de todos nós, e nas brigas que presenciamos por que algo foi levado à sério demais, ou por não entender o que o outro pensa ou diz... Aí penso naqueles que detêm poder, e constato que guerras surgem de pequenas bobagens. A raiz de tudo é muito simples, mas quanto maior o poder que se tem, mais violentas são as reações e atitudes.

Eu não tô a fim de me estender muito, nem quero ser entendido como "escritor de auto-ajuda", mas penso que seria bom se a gente pudesse mudar um pouquinho nossos modos, maneiras, vigiasse o que e como dizemos, e não levasse às últimas consequências estas pequenas merdas do dia-a-dia.

Mudar nosso mundinho pode e deve ser a chave para mudar o mundo todo.

Queremos?

...

sábado, 5 de janeiro de 2013

UMA PISTA...

Estou certo de que a intenção de uma ação a qualifica. Por exemplo, Jesus jogou lama na cara de um homem e o curou da cegueira, e com um beijo Judas o traiu.

O inferno está cheio de boas intenções? Balela! O que vale mesmo é o que de bom ou ruim a pessoa planeja por detrás de cada gesto - e não quero ser como Maquiavel que dizia que "os fins justificam os meios".

Em música costumo dizer que

A nota errada sem querer é erro; a nota errada intencionalmente é ornamento.

2013 - ANO DOS 30!

Eu escrevo somente o que penso, para que os que têm pensamento parecido não se sintam sozinhos e para que eu não me sinta também. Não tenho talento para ser escritor, nem saco para ser blogueiro; nem tenho mais tanto saco para ficar defendendo idéias em embates virtuais que muitas vezes só servem para estimular o crescimento do ego.

Mas ainda gosto de conversar, principalmente com aqueles que têm mais dúvidas do que certezas, que viajam sempre rumo a um horizonte que teima em não ser alcançado. Adoro fazer isso durante uma refeição, numa mesa fraterna posta num quintal ou num bar.

E só por isso continuo "blogando", nos intervalos em que não estou tocando, praticando... mas há algo que quero focar neste ano.

Completarei 30 anos em 2013. Quero olhar para trás e ver o que me tornei, o que conquistei; por onde andou minha mente e onde está agora. Quero rever meus valores e anseios, o que é "tralha velha" e merece ser incinerada e o que ainda me encanta. Quero saber o que os outros pensam de mim, e através de qual ótica as pessoas me leem. Enfim, quero saber o que sou, quem sou, e continuar caminhando.

Se eu tiver algumas pistas boas destas coisas, compartilho com quem quiser ler aqui neste cantinho virtual.

Abração em todos,

KEEP ROCKIN'!