segunda-feira, 4 de junho de 2012

FELICIDADE - Pequeno Conto



Feliz, feliz mesmo não dá para ser! Do jeito que vejo o mundo caminhar sinto que a murmuração ganhou espaço em meu dia...
Como ser feliz com tanta coisa dando errado? Se minhas pegadas ali, logo ali atrás, revelam um par de pés quase 3:45hs! Passos tortos e cansados que buscam uma razão... um sentido... um logos...
É muita pressão para um homem só: acordar a cada dia com a faca em seu pescoço, um cão mordendo seu pé e uma multidão que quando não lhe berra ordens o faz com palavras que morrerei sem distinguir de rosnares de lobos famintos!
Certa vez me falaram sobre o sentido da vida... e que uma barata carioca disse que o sentido dela "... é que ela acaba"! Mas para mim, ela não tem sentido algum. Poxa, acordo e vou trabalhar para ganhar meu dinheiro, compro comida, como e me fortaleço para ir trabalhar, ganhar meu dinheiro para comprar a comida que me dá forças para trabalhar... enfim, cansei!
Eu queria andar na praia todo dia! Queria ter aquela menina dos olhos negros que me fascina! Queria ter dinheiro para comprar e manter uma casinha arejada com um quarto para a patroa e eu e o outro para a molecada, a gente se viraria fácil! Hehehe!!! Um carro para levar a família para passear ou atender alguma urgência. Uma vida em paz, descansando todo os dias minha cabeça no travesseiro após ter feito o que me dá prazer e não somente o que dá prazer aos que tem um poder financeiro maior que o meu!
Por isso digo que sou um homem infeliz. Parece que tenho alguns momentos de alegria com meus parceiros, colegas e amigos, mas sempre volto após um porre para a minha realidade - e como ela dói!
Mas se o sentido da vida é que ela acaba, por quê me sinto tão vazio indo inexoravelmente de encontro ao fim?
Me deparei com uma questão: se meu vazio é de sentido, o que falta em minha vida, e que talvez eu busque incessantemente mesmo sem perceber? E assim tropecei na resposta:
SER FELIZ
Só pode ser! Se sou tão infeliz e sempre flerto com uma utópica felicidade, este é o sentido da vida! Todos querem ser felizes! Uma existência sem contingências mas desprovida de felicidade é vazia, um vazio que não se encontra em pessoas de vida simples porém com brilho no olhar!
Talvez eu simplesmente tenha ignorado isso o tempo todo. Talvez eu tenho passado durante este tempo à margem de tudo isso, deste significado da vida.
Por quê?
Porque assim eu era feliz...
Também publicado aqui!