quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

MÚSICOS E RESPONSABILIDADE

Durante esta manhã, pensando sobre o marasmo musical em que vivemos com estes "artistas" e bandas em eclosão no Brasil, pensei na responsabilidade que alguns artistas do passado poderiam exercer sobre a moçada de hoje. Caras como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque, Moraes Moreira, Pepeu Gomes, poderiam talvez usar de franqueza para denunciar esta falta de paixão e amor que impera no meio musical de hoje, mas preferem ficar acomodados em seus cantinhos à fazer algo para ajudar este povo brasileiro acostumado a comprar qualquer porcaria que lhe seja oferecida nos supermercados, na TV ou na indústria fonográfica.

Gostaria que Elis Regina estivesse viva; talvez ela hoje tivesse gana, força, raça, garra, mais ou menos como sua interpretação de "Maria, Maria" de Milton Nascimento para expor esta fome por dinheiro dos produtores, pasteurizando os "grupelhos" e "cantores" que lotam as rádios e baladas. Gostaria que Renato Russo estivesse vivo, ou a Cássia Eller e Cazuza; eles bem poderia fazer diferente destes outrora porta-vozes da mudança e da juventude que hoje se limitam a ser

"AQUELE GAROTO QUE IA MUDAR O MUNDO 
 E QUE AGORA ASSISTE À TUDO 
 DE CIMA DO MURO!"