domingo, 27 de novembro de 2011

VENENO MUSICAL: ALERTA DE CONTAMINAÇÃO AO BRASIL



Procurar um especialista é sempre bom. Médico para a saúde, advogado para problemas jurídicos... Mas o Brasil não consulta MÚSICOS sobre MÚSICA!
A questão não é gostar ou não de um determinado estilo musical e sim separar o BOM e o RUIM em qualquer estio. Este é o papel do músico/educador nas escolas.
O povo não entende que consumir qualquer coisa que aparece nas mídias é tão ruim quanto ingerir gorduras trans. As pessoas têm suas inteligências agredidas e não se importam com isso.
Stálin certa vez arrancou as penas de um frango vivo; após se contorcer de dor foi comer migalhas de pão nas mãos de Stálin, que com isso ensinou seus generais que com as pessoas também era assim.
Queremos isso? Nos maltratam, lucram HORRORES com nossa displicência e deixamos contanto que possamos cantar um refrãozinho meloso em nossas festas?
Reeducação nunca é fácil: desde parar de fumar, começar a comer direito e ouvir seletivamente música. Os benefícios para a mente, corpo, sociedade, meio-ambiente, são inúmeros em efeito cascata!
Tá na hora. Vamos começar. Aos poucos chegaremos lá.

Chega de jogar no lixo nossa cultura; a cultura é tudo o que somos e tudo o que temos.